Fertilizantes foliares contribuem para maior produtividade e qualidade das colheitas de café

Brasil compra em janeiro 40% do volume de fertilizantes esperado em 2021, diz Mosaic
4 de fevereiro de 2021

A cultura do café é de extrema importância para o agronegócio brasileiro, já que o Brasil é o maior produtor mundial dos grãos. Com uma história que se mistura à do próprio país, a cafeicultura evoluiu muito desde o seu início, seguindo em plena evolução e expansão nos dias atuais. Com ela, evoluíram também as técnicas de cultivo, os produtos utilizados e a qualidade do café brasileiro. Nesse sentido, um dos produtos que se destacam são os fertilizantes foliares e biofertilizantes.

Na cafeicultura, o uso de foliares e biofertilizantes visa suprir as exigências nutricionais dos cafeeiros e fornecer às plantas maior “eficiência fisiológica”, termo utilizado para caracterizar as plantações em sua melhor capacidade de absorver e utilizar nutrientes para melhorar a sua qualidade e, consequentemente, produtividade. Atualmente, os produtores procuram cada vez mais por produtos que tenham essa função.

Cleber Bianchi Possebon, gerente regional da Microquimica Tradecorp, empresa que atua na produção e comercialização de biofertilizantes, fertilizantes foliares, inoculantes, adjuvantes e reguladores do crescimento vegetal, explica que ao utilizar um biofertilizante na lavoura é possível obter o máximo das plantas – desde o início do seu cultivo, até o seu desenvolvimento pleno. Isso porque esses produtos auxiliam na produção de um ambiente equilibrado em todos os aspectos. “O Vorax Biofertilizante, por exemplo, além de estimular o desenvolvimento da planta reduz os danos causados pelo estresse – em especial os hídricos. Assim, há maior crescimento dos ramos e raízes e melhora nos frutos, tornando a colheita de maior qualidade e produtividade”, pontua.

Para maximizar ainda mais os resultados, o especialista ressalta que as lavouras de café registram um incremento de produção ainda maior quando há o uso conjunto do Vorax Biofertilizante e do fertilizante foliar Pumma, com nutrientes enriquecidos com parcelas orgânicas que promovem um efeito chamado de osmorerregulação, que mantém a atividade fotossintética das plantas elevada mesmo em condições moderadas de estresse, possibilitando o desenvolvimento vegetativo e reprodutivo das plantas próximo às condições ideais do seu desenvolvimento.

Em conjunto, o biofertilizante e o fertilizante foliar fornecem nutrição enriquecida e estímulo para as lavouras, auxiliando de maneira significativa os cafeicultores na obtenção de colheitas melhores, mais produtivas e rentáveis.

 

Font: https://www.grupocultivar.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *